Projeto de Extensão:

OS “DIREITOS DE CIDADANIA” FORAM O TEMA DO PROJETO DE EXTENSÃO EXECUTADO PELO 3° PERÍODO DE DIREITO DA FAC

No semestre 01/2022 os alunos do 3º período do Curso de Direito da FAC executaram 5 oficinas temáticas em Escolas Públicas de Curvelo. Participaram das oficinas aproximadamente 160 alunos do curso de alfabetização de jovens e adultos da E. E. Pe. Celso de Carvalho, do CESEC de Curvelo e adolescentes e jovens da E. E. Major Antônio Salvo, E. E. Irmã Raimunda Marques e E. E. São Vicente de Paulo.

Em seu processo de formação, além da orientação prática para a realização de oficinas, os alunos foram motivados pela leitura do best-seller “Como as Democracias Morrem” dos renomados cientistas políticos Steven Levistsky e Daniel Ziblatt. Na obra os autores alertam para os riscos das crises institucionais que podem levar à derrocada dos regimes democráticos e estabelecem critérios para identificar possíveis líderes autocráticos, bem como a necessidade de normas institucionais para salvaguardar as democracias.

A partir deste estudo, os discentes do curso de Direito criaram atividades a serem desenvolvidas com os alunos das escolas públicas para discutir temas atuais tais como as “Fake News” e sua influência na vida cotidiana e no jogo político, a questão das desigualdades sociais e as possibilidades de superação, o racismo e suas consequências sociais e políticas e a questão da participação na vida política seja por meio das eleições ou da busca pela efetivação das políticas públicas.
A metodologia de oficinas proporciona uma articulação entre teoria e prática, saber acadêmico e saber popular, além de proporcionar a troca de experiências entre extensionistas e oficineiros. As oficinas foram elaboradas de maneira a garantir que os participantes vivenciassem situações concretas e significativas, com temas de seu interesse, aliando a reflexão à ação num processo coletivo de formação do conhecimento e do pensamento crítico.

Nas palavras dos alunos extensionistas: “O nosso grupo se surpreendeu com a realização da extensão no formato de oficina, gostamos muito de ter um contato com os alunos e sentir que estamos realmente contribuindo para a comunidade, uma troca de conhecimentos e experiências, e sem dúvidas não teve recompensa maior do que ver o quanto os alunos gostaram da nossa presença e da oficina”.

Erika Caetano
Coordenadora do Projeto